---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?

Colonização

Publicado em 03/09/2013 às 00:25 - Atualizado em 16/10/2013 às 09:16

Situado na região meio-oeste catarinense, confrontando com o Estado do Rio Grande do Sul e com os municípios de Capinzal e Campos Novos, Zortéa inicia sua história na década de 30, com ciclo extrativista da araucária, fomentado pela implantação de uma fábrica de compensados, pela empresa Zortéa e Brancher S/A.

O início da colonização de Zortéa coincide com a construção da estrada de ferro São Paulo/Rio Grande do Sul, iniciada em 1910. No início do Século XX, a área que compõe atualmente o município de Zortéa constituía-se em uma imensa fazenda de gado de propriedade do Sr. Cipriano Rodrigues de Almeida. A família de Cipriano e a de Felisberto dos Santos foram os primeiros habitantes do município. Existe inda à hipótese de que alguns caboclos já haviam se fixado na região, morando junto às margens do Rio Pelotas, próximo à divisa com o Ri Grande do Sul.

Por volta do ano de 1930. Aberto Santos adquiriu uma certa quantia de terras pertencentes a Cipriano, e com a ajuda de negros, descendentes de escravos, picaram a floresta, dando início à agricultura de subsistência.

O desmatamento provocado estimulou a migração de colonos, gaúchos e ítalo-brasileiros, iniciando paralelamente a extração da madeira, bem como a exploração da agricultura e pecuária na região, atual base econômica do município. Em 1946, os irmãos Dambrós fundaram uma pequena serraria, atraídos pelos pinheirais. Posteriormente, os imigrantes tiroleses (Tentro) Antônio Zortéa Primo e Guilherme Brancher viriam a comprar esta serraria, ampliando e transformando em uma grande empresa de esquadrilhas e compensados. O desenvolvimento da empresa ocasionou a fundação de uma pequena vila, formada basicamente por operários. Alguns pequenos comércios começaram a aparecer, consequência da criação e do crescimento do vilarejo.

No que diz respeito à origem do nome do município de Zortéa é uma homenagem feita a um de seus desbravadores e fundadores, Antônio Zortéa Primo. O nome ZORTÉA deriva do sobrenome italianoZORTEA, oriundo da região da Valsugana, entre as províncias de Trento e Vicenza.